quarta-feira, 14 de maio de 2008

Alegria Eterna

Senti hoje ter acordado numa cidade triste, onde até o dia cinzento colaborou para tal cenário. Fui acordado com o telefonema de minha amiga Vanessa dizendo: "O Wander morreu".

Parecia ser um pesadelo, algo surreal. Mas foi o que rolou. Vários amigos me ligaram tristes durante o dia todo. O inesperado desta vez veio para a gente se lembrar da existência da tristeza. O título desse post, que é o contrário dessa tristeza toda, é um jargão que o próprio usava diariamente, assim como vários outros...

Me lembro de ficar esperando o Rádio Táxi tocar no Perdidos na Noite (meados da década de 80) pra ver o Wander tocar. Ele era o roqueiro com algo a mais, não tinha nenhum outro cara das outras bandas que me causasse tamanha expectativa. Ele era o cara que tocava pra cacete daquele cenário do rock nacional, e ponto! Eu eu assistia e ficava com uma vontade de tocar quase insuportável logo depois.

Conheci o Wander pessoalmente no final da década de 90, ainda no IG&Tzinho, na Indianópolis. Mas só fui trabalhar e conviver com ele ao entrar para a EM&T, em 2001. Demos muitas risadas, tomamos muito cafezinho; ele me acompanhou com seu violão na sala dele por várias vezes comigo brincando de cantar Beatles ou improvisando letras impublicáveis sobre qualquer coisa; no soundcheck do Evento D'Addario XL Generation (2007) eu pude passar o som com ele e ouvir o puta som que ele tirou de sua guitarra, e ele sempre num clima ótimo. Enfim, tive a felicidade de dividir alguns momentos muito agradáveis com o Wander, assim como muita, muita gente teve ao longo dos anos.

Sentiremos sua falta, Wander. Mas sei que você iluminará a todos os seus para todo o sempre, assim como Deus o iluminará e abençoará eternamente.

Michel Leme

Um comentário:

Renan disse...

muito bom isso o que vc disse :D ... mas entaum eu apesar que ser meio pro metal concordo com seus termos ... aproveitando queria dizer quie me inscrevi pro festival de ourinhos esse ano e vai ser uma honrra ter vc como professor por uma semana enssinando .. um pocuco dos seus conhecimentos ... apesar que eu to morrenu de medo rsrs ... entrei pra esse mundo de jazz e blues esse mes ..mas isso naum muda minha opiniaum de ver vc pessoalmente tocar .. abrazz michel